+ 20°C
Netburgo

No dia 11 de Novembro, teve mais um encontro dos Multiplicadores de Saúde na Escola Lucas Magalhães. Neste treinamento abordou-se a temática sobre Bullying e Jogos de Mutilação – Definiu o q…

Casa / Arceburgo

No dia 11 de Novembro, teve mais um encontro dos Multiplicadores de Saúde na Escola Lucas Magalhães. Neste treinamento abordou-se a temática sobre Bullying e Jogos de Mutilação – Definiu o q…

Encontro: Jan 21, 2021
Autor: netburgo 159 Nenhum comentário

No dia 11 de Novembro, teve mais um encontro dos Multiplicadores de Saúde na Escola Lucas Magalhães. Neste treinamento abordou-se a temática sobre Bullying e Jogos de Mutilação – Definiu o que é bullying, quais os tipos que existem, suas características, mencionou os grupos que participam do bullying (Agressores, vítimas e expectadores bem como sua influência tanto de forma positiva quanto negativa). O que leva o autor a praticar o bullying, quais as consequências para a vítima e como devemos combater. Estudou-se a terminologia CYBER BULLYING, influência e agressão pela internet e meios eletrônicos tais como em redes sociais e celulares. Enfatizou sobre a importância de se ter atitudes humanizadoras, que promovam o autorrespeito em crianças, adolescentes e adultos que os façam refletir sobre sua conduta moral, o respeito e a empatia pelos seus semelhantes. Na abordagem sobre jogos de mutilação definiu o contexto, citou os objetos mais comuns utilizados por adolescentes para automutilação. Alertou a escola para estarem atentos a esses movimentos entre os alunos para tomar as medidas necessárias. Esclareceu quanto ao que motiva esse comportamento, os aspectos psicológicos e psiquiátricos. Apresentou os riscos a que está exposto nesta prática e o que é necessário fazer para superar. Reforçou que para tanto é preciso estabelecer empatia – colocar-se no lugar do outro e apontou que os laços de confiança entre pais, alunos e professores devem ser preservados com fins de melhorar a autoestima, desenvolver habilidades para expor ideias e lidar com as diversidades e adversidades. Salientou que essas atividades melhoram a capacidade de expressão e o sentimento de pertencimento dos estudantes durante essa fase da vida. Para finalizar utilizou-se um vídeo com depoimento de uma mãe e orientações de um psicólogo para casos de automutilação. Orientou sobre a técnica da maça para representar o Bullying e a dinâmica do Kit do elástico, caneta e diário para minimizar a autoagressão e automutilação.




Fonte : @saudearceburgomg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *